Resenha: Amada Imortal por Cate Tiernan

IMG_7741

GENTE, eu to mega afobada. Acabei de receber uma noticia e eu to muito feliz com isso! Depois da resenha eu faço um post contando pra vocês! Bom, eu vim pra falar de Amada Imortal, né? Eu amei o livro, sério. O livro conta a história da imortal Nastasya. Ela tem 449 anos e tem a aparência e juízo de uma jovem de 18 anos. A vida dela, há muitos séculos, é voltada pra seus amigos Incy e Boz. Eles vivem indo pra farra e viajando. Os imortais tem um poder chamado Magick, que Natsy acha ser maléfico. Afinal, uma coisa que precisa tirar a energia de outra pra acontecer não pode ser normal. Calma, vou explicar! A Magick precisa de um ponto de energia. Por exemplo: plantas. Os imortais sugam a energia da planta (até a coitada morrer) pra poder executar a Magick. Isso não deve ser coisa boa. Fora que toda vez que ela faz alguma Magick (raridade, ela tenta fugir ao máximo) , ela passa mal. Náuseas, desmaios, etc. Numa certa noite Natsy vai para uma festa com seus amigos, eles pegam um táxi com uma cara super rabugento e Incy não gosta disso. Ele resolve então fazer Magick pra castigar o cara. Ele quebra a coluna do cara, coisa que Natsy não fazia mínima ideia que Incy soubesse fazer, afinal eles quase não estudaram pra isso. Natsy fica super assustada, mas não faz nada. Simplesmente segue pra festa pra se divertir. Quando ela fica sóbria  e retoma a consciência, ela fica assustada com ela mesma e fica com medo do que Incy pode fazer. Ela fica assutada de como ela foi capaz de seguir pra festa e deixar o cara lá morrendo. Ela fica perdida,não sabe o que fazer. Daí ela lembra que uma vez encontrou uma mulher que disse que se ela quisesse ela poderia ir pra casa dela. Se ela se sentisse perdida, mas isso há séculos atrás. Ela nem sabe se a mulher ainda mora no mesmo lugar, mas ela está muito perdida pra pensar nisso e resolvi ir. Chegando lá, ela descobre que é uma casa de reabilitação para imortais que não querem mais viver a imortalidade em vão. O nome da casa é River’s Edge e lá ela encontra um cara que ela julga ser um Deus Viking de tão lindo. Ela tem uma vaga lembrança dele. Sabe quando você sabe que conhece uma pessoa, mas não lembra de onde/quem é ? É assim que ela sente. Na casa de reabilitação é tipo Karatê kid. Sabe, que o mestre manda o menino fazer um monte de tarefas pra chegar a um objetivo final. Lá é assim e, claro, ela não aceita isso. Como que arrumar casa, cuidar de cavalos, fazer comida, ter uma vida simples vai te ajudar a te tornar um imortal melhor? Fora que ela é herdeira dos poderes de seus pais, ela é uma imortal muito mais poderosa que todos os outros. Se certas pessoas ficarem sabendo disso ela está ferrada. Vão persegui-la e tentar tirar o poder dela. Mas até onde ela vai conseguir fugir? E até quando ela vai aguentar ser uma trabalhadora (depois de tantos séculos sem trabalhar)? O livro é muito bom e acho que vale muito a pena ler. Quem me acompanha no twitter viu que eu tive vontade de jogar o livro na parede quando acabei de ler. Eu ainda não acredito que a autora acabou o livro assim. Nem preciso dizer o quão ansiosa eu to por Darkness Falls, né?

IMG_7736 IMG_7739 IMG_7744 IMG_7746 IMG_7732

6 thoughts on “Resenha: Amada Imortal por Cate Tiernan

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s